Beija-Flor

Ligeiros e encantadores

Um dos moradores mais apreciados na Praia da Pipa são os ligeiros e encantadores beija-flores. De diversos tamanhos, cores e formas, estas aves medem em média de seis a doze centímetros de comprimento e que pesam de duas a seis gramas. O bico fino e longo com formato que varia de acordo com a espécie e adaptado ao formato da flor por ser a base da alimentação de cada tipo de beija-flor. A língua bifurcada é outra característica comum, ela se extende para extrair a base mais importante de sua alimentação, o néctar das flores. Sua estrutura óssea e muscular são adequadas a rapidez e agilidade de seu vôo, extremamente leves, são as únicas aves que voam de marcha-ré e permanecem parados no ar em pleno vôo sem utilizar correntes de ar. Isso se deve pela forma e velocidade que suas asas batem, entre 60 e 80 batimentos por segundo. É uma ave que não caminha no solo por ter patas minúsculas, somente capaz de se agarrar a pequenos galhos, por isso seu ninho é composto por fibras vegetais, folhas, teias de aranha, musgo e líquens com acabamento impecável e delicado sempre dependurados em locais protegidos. O tempo de vida da ave é de 10 a 12 anos e seus ovos demoram em torno de 15 dias para chocar, mais 30 dias para deixarem o ninho. São poligâmicos e o macho atraia a fêmea através de um longo e característico trinado.

A alimentação é importante pois gastam muita energia durante o vôo, cerca de 90% é proveniente dos açucares do néctar das flores, tais como sálvia e do cipó-de-são-joão e os 10% restantes são artrópodes, em particular moscas, aranhas e formigas. São adeptos ao alimento artificial (bebedouros), porém deve-se tomar muito cuidado para não agredir ou até acarretar a morte desta frágil ave.

É recomendado não utilizar água encanada, mel ou açúcares que provocam a fermentação e produção de fungos e bactérias, assim como evitar a exposição solar, lavar todos os dias e trocar o líquido especial encontrado em lojas de animais ou pet shops, e também manter os insetos longe dessa fonte, baratas, formigas e moscas carregam parasitas e fungos que infectam os bebedouros. Tal como a maioria das aves, o sentido do olfato não está muito desenvolvido nos beija-flores; a visão, no entanto, é muito apurada. Além de poderem identificar cores, os beija-flores são dos poucos vertebrados capazes de detectar cores no espectro ultravioleta.

beija-flor é também conhecido como a fêmea, cuitelo, chupa-flor, pica-flor, chupa-mel, binga, guanambi, guinumbi, guainumbi e guanumbi, da família Trochilidae, inclui 108 gêneros e 322 espécies conhecidas. 

A maior biodiversidade do grupo encontra-se no Brasil e no Equador por ser vulneráveis as ameaças de preservação de seus habitat. Aqui na praia da Pipa eles são bastante presentes, as inúmeras espécies vivem entre as flores e bebedouros espalhados dão um show de beleza e encantamento.

Veja também